MORO PODE SER POSSÍVEL CANDIDATO DO PODEMOS

MORO CANDIDATO?

www.radiopousoalegre.com.br

ex-juiz Sergio Moro lançou sua pré-candidatura à Presidência da República nesta quarta-feira com um discurso velho, que serviria a um Brasil de quatro anos atrás. Na fala durante seu ato de filiação ao partido Podemos, o ex-juiz da operação Lava Jato deu maior destaque ao combate à corrupção do que a outros temas que, atualmente, preocupam mais a população brasileira. Acabar com os desvios da classe política foi um dos principais motes de campanha de Jair Bolsonaro em 2018, que resultaram na ida de Moro para o Ministério da Justiça. Ele se desligou do cargo no ano passado após acusar o mandatário de interferência na Polícia Federal em prol dos filhos e depois de ter visto de perto a desarticulação mecanismos de controle da corrupção, incluindo o esvaziamento da própria operação que o fez famoso.

Em 50 minutos de discurso, Moro citou 19 vezes as palavras corrupção ou anticorrupção. Enquanto que outros temas que são preocupações prementes dos cidadãos foram muito menos abordados. O ex-ministro falou da pobreza oito vezes. Economia apareceu quatro vezes em sua fala. Saúde e inflação, 3 vezes cada. E fome, apenas duas. As falas vão no sentido contrário do que esperam os eleitores. Pesquisa Genial Quaest divulgada nesta quarta-feira mostra que para 48% da população, o principal problema do país é a economia. Na sequência aparecem a pandemia de coronavírus (17%), problemas sociais (13%) e só então vem a corrupção (9%).